Pão Alentejano em conferência na abertura da Feira Anual de Cuba

pao alentejano

 

«A Vila de Cuba acolhe na tarde desta sexta-feira a conferência subordinada ao tema “o pão na identidade, na cultura e na economia alentejana”.

A iniciativa integra “A Festa do Nosso Pão” que, por sua vez faz, está incluída na 80ª Feira Anual de Cuba.

A sessão contou com a participação Francisco orelha, autarca de Cuba, Ceia da Silva, presidente da Turismo do Alentejo E.R.T e António Costa da Silva, vogal do Inalentejo. Em representação do Secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agro-alimentar, Nuno Vieira Brito, que não pode estar presente, esteve a assessora do mesmo, a Engª Paula Pinto.

Uma das novidades deste ano é o facto de, pela primeira vez, a Turismo do Alentejo ser entidade promotora da “Festa do Nosso Pão”. António Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, diz que “temos que ter orgulho no nosso pão e temos que afirmá-lo como o melhor pão do mundo”. O mesmo acrescenta que “este alimento é uma componente da nossa região, da nossa identidade e da nossa alma”.

Francisco Orelha, autarca de Cuba, diz que “o objectivo desta iniciativa é a promoção do pão alentejano e dos doces tradicionais.” Para o presidente do município, “sendo o pão um produto que tem um impacto tão grande na economia do concelho, era importante que o verdadeiro pão alentejano fosse certificado, esta é de resto uma batalha já com alguns anos”.

António Costa da Silva, vogal do Inalentejo diz que “temos que nos diferenciar por aquilo que somos melhores e se formos capazes de nos distinguirmos naquilo que fazemos bem, conseguiremos ter um território muito mais afirmado”. O mesmo refere que “o pão do Alentejo é excelente”.

Paula Pinto, assessora do Secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agro-alimentar, diz que “na dieta mediterrânica que é agora candidata Património Imaterial da Humanidade, o pão é fundamental”. A mesma realça que “o pão deve ser uma constante na nossa dieta alimentar diária”. A representante do governo enalteceu ainda a iniciativa” e garantiu que  “a secretaria de estado está “empenhada” na certificação do pão Alentejo.

Na sessão de apresentação, Francisco Orelha frisou ainda que “em parceria com a Associação Terras Dentro tem sido possível levar em frente esta iniciativa tão importante”. O mesmo sublinhou que “a Feira de Cuba é das melhores do Alentejo”.

A conferência contou com a participação de Ana Paula Figueira, docente do Instituto Politécnico de Beja, João Ruivo, economista, Sérgio Carvalho, director científico do Museu do Pão de Seia e Mouette Barboff, professora e investigadora que, apresentou os livros “Terra mãe, terra pão”, “O pão em Portugal” e “A tradição do pão em Portugal”.

A Feira de Cuba assinala 80 anos de existência. Arrancou hoje e termina na próxima segunda-feira, 2 de Setembro.»

 

 

Artigo escrito e retirado de Rádio Pax.

Deixe o seu cometário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s